Noticias

Revelações da arbitragem catarinense chamam atenção da CBB e da NBA 18/07/2019 16:47

A Federação Catarinense de Basketball (FCB) continua desenvolvendo talentos na arbitragem brasileira. Com um grande histórico de profissionais consolidados internacionalmente – caso do árbitro Guilherme Locatelli, árbitro com olimpíada no currículo que será um dos representantes brasileiros na Copa do Mundo da China – agora é a vez de uma nova geração se destacar dentro e fora do país.

Três representantes dessa nova geração foram convocados para a primeira fase da Liga de Desenvolvimento de Basquete (LDB) que será realizada na próxima semana. Alan Tiago dos Santos (28 anos) e Leonardo Cruz Dubois (21) atuarão na etapa do Rio de Janeiro, enquanto Jorge Michael Schwatrz (26) atuará na etapa de Curitiba, tudo sob supervisão de Enaldo Batista, também árbitro da FCB e instrutor da Confederação Brasileira de Basketball.

Além disso, Alan dos Santos foi convidado pela NBA para atuar no Junior NBA Global Championship, competição realizada em Orlando para atletas de todo o mundo de 13 e 14 anos feminino e masculino. Serão oito equipes dos Estados Unidos e oito de outros lugares do mundo em cada categoria.

“Foi sensacional receber o convite, não podia imaginar que seria selecionado para esse evento mundial que é o NBA Jr. Como ex-atleta de basquete, eu sempre tive o sonho de atuar na melhor liga do mundo, quem não gostaria?! E hoje, de uma maneira diferente, a arbitragem está me proporcionado isso”, falou dos Santos.

Alan foi atleta até 2017, época em que já dava seus primeiros passos na arbitragem, porém teve que fazer uma escolha. Optou pelo apito e desde então sua carreira deslanchou com atuações em campeonatos de base da CBB e LDB, além de competições adultas como Campeonato Brasileiro da CBB, Liga Ouro e Liga de Basquete Feminino.

“Nesse processo a CBB conseguiu uma parceria muito legal com a FIBA para desenvolver jovens árbitros para atuar na entidade e eu fui escolhido para participar de quatro camps, dois no Brasil, um no Chile e um na Argentina. Esses camps foram muito importantes para mim, pude desenvolver muito minhas técnicas de arbitragem, além de conhecer duas novas culturas e muitos amigos que vou trabalhar em breve”, descreveu.

 
Leonardo Dubois (esq.), Alan Tiago (centro) e Jorge Schwartz (dir.) (Foto: Thaissa Machado / Destaques TV)

Atualmente a Federação Catarinense de Basketball conta com 169 profissionais de arbitragem entre árbitros, oficiais de mesa e representantes, todos remunerados de acordo com sua categoria seguindo o plano de carreira da instituição. Anualmente, antes do início da temporada estadual, todos passam por testes físicos na Clínica de Padronização de arbitragem e, a cada dois anos, a FCB também promove cursos de iniciação para quem quer começar uma carreira na área.

Além disso, a mescla entre árbitros experientes e renomados – como Locatelli, Enaldo Batista, Leandro Senhem, Cristiano Maranho (hoje na Federação Paranaense), Eduardo Albano, etc. – com os mais jovens contribui para o desenvolvimento de novos talentos no basquete catarinense como lembrou Enaldo Batista.

“A gente tem bons exemplos aqui e todos esses mais novos têm sido trabalhados, estamos com uma geração de árbitros que já estão apitando competições nacionais e alguns em ligas internacionais. Estamos mantendo o nível da arbitragem catarinense que vem com um bom trabalho há cinco anos e com isso colhendo frutos com as gerações mais novas”, falou Batista em entrevista na última Copa Santa Catarina de Basquete.

Texto: Lucas Inácio / FCB
Foto: Thaissa Machado / Destaques TV

+ NOTÍCIAS
Área do Clube Área do Oficial