Noticias

Oscar Archer 70 anos: craque também se faz fora de quadra 05/05/2020 15:49

Aqui em Santa Catarina é comum ouvir alguém falar que Oscar é nome de craque de basquete, uma referência evidente ao maior jogador brasileiro da modalidade, mas também ao histórico dirigente catarinense. Assim como Oscar Schmidt foi craque dentro de quadra, Oscar Archer é craque fora dela, coordenando, organizando, dirigindo e impulsionando o basquete catarinense a uma referência nacional. Hoje, Archer, nascido no dia 5 de maio de 1950, completa 70 anos de uma vida dedicada ao esporte.

Sua trajetória com a bola laranja começou em 1989, na antiga Federação Atlética Catarinense, entidade que coordenava o basquete e o vôlei. Porém, após a dissolução da FAC no início dos anos 90, o basquete precisava de uma nova casa, e ela foi criada no dia 31 de março de 1995. Oscar Archer estava entre os fundadores da Federação Catarinense de Basketball e foi o primeiro presidente da instituição. Depois vieram mais cinco mandatos, todos eleitos por aclamação, e durante seus 24 anos à frente da FCB, a modalidade cresceu, se desenvolveu e entrou de vez na vida dos catarinenses.

O grande salto foi no final da primeira década dos anos 2000, quando a parceria com a Trimania proporcionou a massificação do basquete no estado. Temporadas com aproximadamente 30 times inscritos se transformaram em temporadas com mais de 200, fruto do trabalho da equipe coordenada por Archer, como o próprio contou em entrevista para a Revista Basquete SC .

Clique aqui e assista à homenagem de Magic Paula, Roberto Alves e mais

Confira homenagem da presidência e demais funcionários nesse vídeo

Em fevereiro de 2019, passou o bastão para a nova gestão de Fábio Deschamps e Sérgio Carneiro, mas não sem antes deixar um último grande legado como presidente: a criação da FCB Social, que fez da FCB uma instituição também de assistência social, formalizando os trabalhos sócio-educativos que já eram práticas da entidade e que agora possuem o Centro Dia da Pessoa Idosa (inaugurado em outubro de 2018) e o Centro de Convivência e Fortalecimento de Vínculos da Vila União (inaugurado em setembro de 2019).

Toda essa trajetória que marcou a todos, foi comentada por quem viu de perto toda essa trajetória. “Como um abnegado do esporte, o Oscar fez da criação e formação da Federação, uma meta a ser alcançada, onde com inovação e trabalho incessante culminou com tantas realizações. A satisfação e o propósito do trabalho bem feito o fizeram equilibrar, a seu modo, a vida pessoal e profissional. Como um visionário, mesmo nos momentos mais difíceis, encontrava uma força interior que nunca o deixou esmorecer, pois as palavras ‘não vai dar’ não fazem parte do seu vocabulário”, falou sua esposa, Maria Aparecida Tridapalli Archer.

Hoje, como secretário-geral, Oscar Archer continua contribuindo para o trabalho desenvolvido pela FCB, uma estrutura com mais de 5 mil pessoas envolvidas entre atletas, técnicos, dirigentes, funcionários do basquete e dos centros, pessoas atendidas pela FCB Social e tantos outros. Com tantos feitos em 31 anos de contribuições, hoje, em seu aniversário de 70 anos, podemos dizer que seu maior legado é o jeito Oscar Archer de fazer basquete.

Texto e arte: Lucas Inácio / FCB

+ NOTÍCIAS
Área do Clube Área do Oficial