Vídeos

Sul Brasileiro de Seleções Sub 17 - Brusque / SC 05/12/2016

Chegou ao fim em Brusque no sábado (26) o Sul Brasileiro de Seleções Sub-17. O evento contou com a participação das seleções dos três estados da região Sul e mais a equipe paraguaia do Caaguazu no naipe feminino.

Assim como na categoria Sub-15, realizada na semana passada, também em Brusque, Santa Catarina se despediu da competição com um troféu de campeão. As meninas catarinenses fizeram a festa na Arena Brusque após vencerem as gaúchas por 58 a 53 no duelo final. Antes, as atletas catarinenses já haviam vencido as paraguaias e as paranaenses, fechando a disputa com três vitórias em três jogos.

No naipe masculino, Santa Catarina foi representada por duas equipes. O time A chegou ao último jogo dependendo apenas de si para ficar com o título. Os catarinenses precisavam vencer por uma diferença de sete pontos para acabarem com a taça, mas não conseguiram o resultado diante da boa equipe do Paraná. O jogo até foi equilibrado nos três períodos iniciais, mas no último os paranaenses sobraram e venceram por boa diferença: 78 a 61. Com o revés, Santa Catarina acabou com a terceira colocação com o time A e ficou em quarto com a equipe B, atrás do campeão Paraná e do segundo colocado Rio Grande do Sul.

No naipe feminino, além do título, Santa Catarina ainda teve a atleta Nataly Dunka como destaque. A jovem de apenas 15 anos, da equipe de Piçarras, já havia sido eleita a atleta destaque na semana passada, quando foi vice-campeã com a categoria Sub-15. Agora, mesmo jogando acima de sua categoria, não só repetiu o feito como ainda encerrou a disputa como a cestinha da competição, com 37 pontos. “Foi muito bom. Fico feliz em ser a destaque e ser a cestinha. Foi uma conquista muito bacana. Como tenho o sonho de ser jogadora de basquete, sempre treino muito forte para poder melhorar””, diz a atleta que joga basquete há três anos.

Balanço positivo
O presidente da Federação Catarinense de Basketball, Oscar Archer, destacou o encerramento do Sul Brasileiro de Seleções após um ano cheio para o calendário catarinense. “Podemos dizer dever cumprido porque elaboramos um calendário que relativamente nos assustou no começo e no fim também, porque foram muitas atividades realizadas. Passamos de mil e trezentas situações. Mas o ponto alto é o dever cumprido: a satisfação de ver estampado no rosto da criançada um título, um campeonato bem disputado, como foi o 13, o 15, o 17, todos os estaduais, as copas, as taças, os festivais, clinicas, cursos, congressos, está de bom tamanho”, ressalta.

Sobre o Sul Brasileiro de Seleções, Archer comenta que foi uma competição de bom nível, destacando o bom momento do basquete de Santa Catarina para sediar a competição. Ele diz que em quadra houve uma disputa sadia e também importante para que o trabalho possa ser avaliado em relação a outras federações.
Por fim, o presidente da FCB enalteceu sua equipe de trabalho para que o basquete catarinense encerrasse o ano com todo os objetivos alcançados.

“Acredito que a federação cumpre com seu dever. Eu agradeço mais do que nunca a equipe de trabalho que nós temos. A imprensa que nos dá a oportunidade de publicar, de divulgar e expandir essa parceria federação e Trimania. São quase oito anos de negócios bem sucedidos, bem realizados, que estampa um resultado positivo para eles como parceiros e para nós como basquete crescendo em Santa Catarina”, destaca. “Sempre falo para todos que Santa Catarina vive um momento especial. Enquanto houver parcerias, entendimento, equipe de trabalho e condições de realização, a federação jamais vai deixar de promover grandes eventos”, finaliza.

Sul Brasileiro de Seleções - Classificação Final

Feminino
1º Santa Catarina
2º Rio Grande do Sul
3º Paraná
4º Caaguazu (Paraguai)

Masculino
1º Paraná
2º Rio Grande do Sul
3º Santa Catarina A
4º Santa Catarina B

Atleta destaque
Nataly Dunka (Santa Catarina - feminino)
Bernardo Moller (Rio Grande do Sul - masculino)

Cestinha
Nataly Dunka - 37 pontos - (Santa Catarina - feminino)
Bernardo Moller - 60 pontos (Rio Grande do Sul - masculino)

Cronograma de jogos

Quinta-feira (24/11)

14h – Paraná 68x64 Rio Grande do Sul (masculino)

15h30 – Paraná 28x36 Rio Grande do Sul (feminino)
17h – Santa Catarina 44x30 Paraguai (Caaguazu) – (feminino)

20h – Santa Catarina A 53x36 Santa Catarina B (masculino)

Sexta-feira (25/11)
14h – Paraguai (Caaguazu) 43x49 Rio Grande do Sul (feminino)

15h30 - Santa Catarina B 37x53 Paraná (masculino)
17h – Paraná 31x50 Santa Catarina (feminino)

18h30 - Rio Grande do Sul 49x44 Santa Catarina A (masculino)


Sábado (26/11)
9h – Paraná 47x36 Paraguai (Caaguazu) - (feminino)

10h30 – Rio Grande do Sul 72x45 Santa Catarina B (masculino)

13h30 – Santa Catarina 58x53 Rio Grande do Sul (feminino)
15h – Santa Catarina A 61x78 Paraná (masculino)

Texto: Sidney Silva

+ VÍDEOS
Área do Clube