Noticias

Marista Basketball Camp entra para a história do basquete de Criciúma 06/08/2018 16:29

Ray Jones Jr veio dos Estados Unidos para Criciúma, nunca tinha deixado o país. E a primeira impressão é a que ficou. “Foi muito boa a experiência, espero que tenham se divertindo como eu me diverti com eles”. A declaração do assistente técnico da Utah State University Eastern e especialista em desenvolvimento individual de atleta é para o 1º Marista Basketball Camp, que começou na última sexta-feira e se encerrou na manhã deste domingo. O evento, com quase 72 horas de duração, teve palestras, atividades, oficinas e relatou histórias de vida, como a do ex-atleta Daniel Conti. “O basquete na minha vida é antes e depois da lesão. E eu aprendi muito quando estive parado, aprendi a valorizar, a ter brilho nos olhos quando entrava em quadra”, revela.

O Camp é muito tradicional nos Estados Unidos, terra onde o basquete predomina. E o presidente da Liga Sul Catarinense de Basketball (LSCB), Renan Custódio, trouxe o evento para a cidade, na missão de aproximar e passar ensinamentos para os 45 atletas, entre 12 e 23 anos, inscritos no projeto. “Superou as expectativas, tinha bastante coisa legal. Mas os treinos e a participação dos atletas foram bem positivos. Foi algo único, extremamente útil na vida dos atletas e esse intercâmbio de informação foi o diferencial”, descreve Custódio.

Um dos que participaram foi Rogério Fernandes. Ele chegou na sexta-feira a noite, no colégio Marista, igual aos demais, e foi para a quadra na apresentação do Camp. Depois, todos foram para uma outra quadra de treinamentos e ali já eram orientados por Ray e também por Adjalma Becheli, o Vandinho, ele que é técnico principal da Utah State University.

Treino e mais treino

No sábado, participaram de palestras, como do ex-atleta Daniel Conti e tiveram um dia muito puxado. Ao todo, foram seis horas de treinos e fundamentos. “Foi um treino bem forte, mas para mostrar como é o basquete. Todo dia é dia de aprender, principalmente em um Camp desta qualidade e organização”, define Vandinho.

No domingo de manhã, ocorreram mais algumas atividades e depois competições para saber os campeões nas disputas de arremessos, 1 contra 1 e algumas partidas na quadra do Marista. “Levo uma experiência imensurável deste Camp. Algo que nunca imaginava e que fica marcado na minha história”, diz Fernandes, eleito o Most Valuable Player (MPV), do Marista Basketball Camp.

Para coroar o grande evento, a Fátima Esportes, a De Lucca Surf Skate Shop, Baschirotto e Colégio Marista, junto com a LSCB, premiaram vários atletas com bolas, camisas de basquete e até tênis, colocando o Marista Basketball Camp na história de Criciúma. O evento te apoio, também, an FME de Criciúma."Gosto de trabalhar com pessoas e com gente que valoriza o basquete. Realmente, foi algo que ficará marcado na minha vida”, finaliza Ray.

Fotos: Lucas Colombo/MC10


+ NOTÍCIAS
Área do Clube Área do Oficial